quinta-feira, 13 de agosto de 2015

Infância

Boa noite, hoje é quinta e é dia de Papo de amiga, e hoje vamos falar de uma coisa muito boa e que eu sinto muita falta, a minha infância.
Tá eu não sou uma idosa, mas... já estou nos 20 e já morro de saudades do tempo em que acordar tarde e ver desenho era minha obrigação.

Engraçado que quando éramos crianças fingir de gente grande era a coisa mais legal do mundo. Não me venham com o "eu não", que eu sei que você, assim como eu pegava os sapatos e roupas de sua mãe e ficava desfilando pela casa afora, virando o pé quando o salto era alto ou pisando na barra do vestido enorme que não te servia.
Gente agora eu entendo o significado daquela frase "eu era feliz e não sabia", e sim era mesmo. Quando se é criança não temos que nos preocupar com muita coisa, é mais ou menos comer, brincar e dormir. Depois vêm a época de ir para a escolinha, a eu amava minha escolinha. No meu caso o mais legal era que eu tinha 5 anos e já ia para escola sozinha! Mas fiquem calmos, a escola era na minha rua e minha vó ficava vigiando. Quanta independência hahahah. Se eu soubesse o que é ser gente grande gostaria que a minha vó me levasse mais a escola. E por falar em vó como é bom ser criada com vó, são tantas vantagens que vou deixar para um próximo post. 
Saudades define as manhãs de desenho animado em que você não sabia se assistia a Tv Globinho ou o Bom dia e Cia, que na época ainda era com a Eliana, pensando bem estou ficando velha. Meninas Super Poderosas era o meu preferido da vida, era só começar a musiquinha que já começava a falar junto com o narrador: " Açúcar, tempero, e tudo que há de bom, esses foram os ingredientes escolhidos para criar as garotinhas perfeitas. Mas o Professor Utônio acidentalmente acrescentou um elemento extra na mistura, o elemento X", e sim você leu escutando a voz do narrador kkkkk.
Pode concordar comigo ser criança é bom demais! Agora que eu tenho responsabilidades, fica tudo mais difícil e vou confessar que daria muita coisa pra voltar aquela época. Acho que este é o pensamento de muita gente, que gostaria de vivenciar esta época novamente.
E eu vou terminar dizendo, eu era feliz e não sabia...